Térmico

Térmico

Isolamento Térmico

Com um bom isolamento é possível limitar as perdas térmicas, reduzir o consumo de energia e preocupar-se com o ambiente.

Um melhor conforto térmico passa por uma diferença mínima de temperatura entre o interior da habitação e o exterior (hall, corredor, escada, patamar), impedindo a perda de calor para o exterior ou até mesmo a entrada de calor no Verão.

A regulamentação térmica determina o método de cálculo de um coeficiente cujo valor depende da natureza da parede e da diferença de temperatura entre o interior e o exterior.

Esse coeficiente (expresso em W/(m².°K), denomina-se U pela Regulamentação Térmica 2000. Quanto menor forem os valores K ou U, melhor é o desempenho térmico.

A Regulamentação Térmica Francesa 2000m, denominada por RT 2000, pelo acórdão de 29 de Novembro de 2000, bem como a Regulamentação Térmica 2005 (RT 2005), acórdão de 24 de Maio de 2006, aplicam-se aos edifícios novos, residenciais e terciários cuja licença de construção foi emitida a partir de 1 de Junho de 2001.

As folhas das portas blindadas Fichet foram objecto de cálculos de coeficiente de transmissão térmica, com os seguintes resultados:

Para as portas de apartamento

Palieris G 351, Palieris G 371, Forges G 372 e Forges G 375:

  • K folha = 1,61 W/(m2.°K)

Para as portas exteriores da casa

Forstyl com vidro:

  • U folha = 2,1 W/(m2.°K)
  • Porta: Uw = 2,9 W/(m2.°K)

Forstyl sem vidro:

  • U folha = 1,7 W/(m2.°K)
  • Porta: Uw = 2,6 W/(m2.°K)

Saber mais

[+] Saber mais sobre as portas Fichet